O que fazer (e o que não fazer) ao visitar o recém-nascido

Procure não visitar o recém-nascido nos primeiros momentos de adaptação

Uma mãe sentada ao lado da janela, segurando um bebê que acabou de nascer, se preparando para amamentar o bebê
Reprodução / Freepik

Quando um bebezinho chega na família, todos ficam contagiados com a alegria do seu nascimento. Logo, querem ver seu rostinho, descobrir se parece mais com a mãe ou com o pai, se é gordinho, bochechudo. Contudo, antes de visitar o recém-nascido, é preciso estar atento a certas questões.

Onde visitar o recém-nascido?

Antes de mais nada, ao visitar um recém-nascido precisamos pensar sobre o grau de intimidade com a família. Se você não é tão íntimo assim da mãe da criança, pode aguardar alguns dias para conhecer o neném, não é mesmo?

O ideal é deixar esses primeiros momentos com a criança para os pais e pessoas bem mais próximas, como avós, irmãos, tias e tios. Se este for seu caso, então vamos para mais uma dica.

Maternidade ou casa?

Devo visitar o pequeno na maternidade ou em casa? Depende muito da vontade dos pais, alguns preferem receber a visita no hospital, pois contam com a ajuda de enfermeiros. Outros, por sua vez, preferem recebê-los no conforto do próprio lar.

No entanto, não custa nada dar uma ligadinha para a mamãe e saber qual melhor horário e local para visitar o neném. Ah, nestes primeiros dias do bebê, as visitas precisam ser bem rápidas, principalmente porque os pais ainda estão se adaptando a esta nova rotina e podem estar bem cansados.

Higienização

Imagem da mão de uma mulher higienizando as mãos com álcool em gel antes de visitar o recém-nascido neto
Higienizar a mão antes de visitar o recém-nascido

Quando for visitar o recém-nascido, lembre-se de higienizar bem as mãos, se possível com álcool em gel. Caso não seja possível, lave as mãos com água e sabão. Todos esses cuidados ajudam a preservar a vida do bebê, uma vez que ainda são frágeis e estão se adaptando fora da barriga da mamãe.

Nada de cigarro, perfumes e crianças

Como vimos no item anterior, um recém-nascido ainda é muito frágil, portanto seu olfato é muito sensível. Então, não fume antes de visitar o bebê e nada de usar perfumes fortes. Ainda não é possível saber se ele tem alguma alergia.

Mulher com roupa preta, colar e relógio fumando um cigarro, o que não é indicado ao visitar o recém-nascido
Não fume antes de visitar o recém-nascido

Já em relação as crianças, é sempre bom recebê-las. Contudo, eles fazem certo barulho e querem pegar o neném, além de darem trabalho, então o ideal é levá-los para visitar o bebê após um mês do nascimento do bebê, ou até mais.

Contudo, é claro que o irmãozinho da criança pode e deve aproveitar este novo momento junto com os pais, seja na maternidade ou em casa. Então, nada de ignorar a criança mais velha!

Não visite o bebê se estiver doente

Ao nascer, a criança não conta com um sistema imunológico bem desenvolvido e nem tem anticorpos suficientes para protegê-los de um possível de vírus e bactérias.

Estes anticorpos, inclusive serão transmitidos da mãe para o filho por meio da amamentação. Então, se estiver doente, não importa se é apenas uma simples gripe, não visite o bebê. Isso, protegerá a saúde dele e da mamãe.

Não peça para acordar

Até agora, você seguiu todos as dicas. Contudo, quando finalmente consegue visitar o recém-nascido, ele está dormindo. Isto dá um certo desânimo, não é mesmo?

Bebê envolto em uma manta azul, deitada em um moisés para bebê
Ao visitar o recém-nascido, não o acorde

Mas nada de pedir para acordar os bebê, porque é neste momento que os pais descansam ou realizam as atividades rotineiras. Logo, se a visita coincidiu com a soneca da criança, volte outra hora.

Não pegue o bebê

Ao visitar o recém-nascido, não pegue no colo sem que os pais ofereçam ou tenham permitido.

Há pais que preferem que somente os mais próximos peguem o bebê, mas não é nada pessoal, se trata apenas de um cuidado com a criança que ainda está desprotegida. Ah, e caso os pais autorizem que pegue o bebê, evite dar beijos.

Não fotografe o recém-nascido

Com toda a certeza, quando seu sobrinho, afilhado ou primo nascer, você desejará anunciar ao mundo, principalmente por meio das redes sociais. Mas antes de tirar qualquer foto ou publicar, peça autorização dos pais. Eles podem preservar pela privacidade do bebê.

Nada de palpites

Mamãe amamentando o bebê recém-nascido
Ao visitar o recém-nascido, deixa a mamãe amamentar sem nenhuma “plateia”

Se alguém chegar dando palpites sobre seu modo de vestir ou sua personalidade, não seria nada agradável. Então, porque ao ver uma mamãe de primeira ou mesmo de muitas viagens se adaptando a nova realidade, chegamos dando pitacos em tudo?!

Certos conselhos são realmente bons e bem-vindos, principalmente se não contrariar as recomendações médicas e se solicitados pelos pais. Mas, o ideal é deixar a mamãe e o papai se sentirem à vontade para tomar as decisões sem medo de errar.

Quando ir embora?

Ao visitar o recém-nascido e perceber que ele está com fome, o ideal é ir embora.

Nestes primeiros dias da mamãe com o bebê, a amamentação pode ser um desafio para muitas mamães, uma vez que ainda se sentem inseguras. E se tiver alguém assistindo ela alimentar o bebê, a insegurança pode aumentar ou a mamãe pode ficar constrangida.

Ah, vamos deixar aqui também um vídeo do nosso canal no You Tube sobre o tema. Depois dá uma olhadinha nele.

Gostou do nosso conteúdo? Então, compartilha com as mamães e futuras mamães que você conhece! Ah, e não se esqueça de nos seguir nas redes sociais.

Referências:
https://www.semprefamilia.com.br/quando-e-como-visitar-ou-nao-o-recem-nascido/
https://revistacrescer.globo.com/noticia/2018/09/15-dicas-de-etiqueta-para-visita-aos-recem-nascidos.html
https://leiturinha.com.br/blog/regras-para-visitar-um-recem-nascido/

2 Gostei
0 Não gostei

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *