Alimentação saudável evita problemas na gravidez

chá_de_gravidez_alimentação_saudável_evitar_doenças_na_gravidez

Uma alimentação saudável é chave para amenizar alguns sintomas de gravidez e até evitar doenças mais sérias

Alguns problemas de saúde que surgem na gravidez, desde leves sintomas de que um bebê está a caminho até doenças mais graves, podem ser evitados ou amenizados com uma alimentação saudável.

Por isso, separamos dicas de quais alimentos não podem ficar fora do prato da grávida e, assim, deixar longe esses problemas. Confira:  

Enjoos

É difícil não ter enjoos durante a gravidez. Porém, esse clássico sintoma pode ser aliviado com uma alimentação saudável. 

Por mais estranho que pareça, a dica é não ficar com o estômago vazio, principalmente pela manhã (quando os enjoos costumam ser mais fortes). Dessa forma, deixe algumas bolachas de água e sal ao lado da cama e as consuma antes mesmo de se levantar.

Já durante o dia, invista em uma dieta rica em proteínas com carnes magras, por exemplo, e carboidratos (prefira os integrais). Esses nutrientes também ajudarão no desenvolvimento do bebê. Todavia, não se esqueça dos vegetais e das frutas. 

Outra orientação é ingerir esses alimentos de três em três horas, mas em pequenas porções. 

Azia

A azia também é um incômodo comum na gestação. No primeiro trimestre ela é causada pelas alterações hormonais, enquanto no segundo e no terceiro o motivo está na pressão que os órgãos do sistema digestivo sofrem pelo aumento do tamanho do útero.

Por isso, como dito anteriormente, comer pequenas porções com regularidade também ajuda a amenizar a azia. Além disso, evite frituras, alimentos apimentados e com conservantes. 

Ademais, não coma pouco tempo antes de ir dormir, pois a digestão costuma ser mais lenta nesse horário. Espere ao menos 30 minutos antes de se deitar.

Alimentação saudável na gravidez com brócolis e cenoura
Brócolis e cenoura são alimentos ricos em fibra e ajudam no funcionamento do intestino

Prisão de ventre

Outro desconforto digestivo da gravidez é a prisão de ventre. Ela é causada pelo tamanho do útero que pressiona o intestino.

Porém, uma alimentação saudável é a chave para lidar com esse problema. As fibras são os nutrientes principais para isso. Você pode encontrá-las no brócolis, na couve, na lentilha, na cenoura, na batata, na goiaba, no abacate, na maçã, na linhaça e na aveia, entre outros alimentos.

Entretanto, se hidratar é essencial para que as fibras façam bem o seu trabalho e ajudem  no funcionamento do intestino. 

Anemia controlada com alimentação saudável

A anemia é um problema comum na gravidez. Porém, quando não tratada, ela pode se agravar e causar problemas na saúde da mãe e no desenvolvimento do bebê. 

O motivo da anemia ser recorrente nessa fase é pelo fato de que é o sangue que leva os nutrientes e o oxigênio para o feto. Assim, o organismo da mulher precisa produzir mais sangue durante a gestação.

Em razão disso, a alimentação deve ser equilibrada e rica em ferro, o mineral que auxilia na produção do sangue. é possível encontrar esse nutriente na beterraba, nas carnes vermelhas, no feijão, no espinafre, na couve, no brócolis, nos ovos, na quinoa, na aveia e no trigo. 

A vitamina C também é essencial para combater a anemia, pois ela ajuda na absorção de ferro. Ela está presente na acerola, no açaí, no tomate, na laranja, no morango, no pimentão amarelo e na goiaba. Também existem suplementos dessa vitamina no mercado, mas não é recomendado tomar nenhuma substância sem a orientação médica. 

Sobrepeso

O excesso de peso na gravidez pode ocasionar diversos problemas na saúde da mãe, como hemorragia e infecções no trato urinário-genital no pós-parto. 

Já no bebê, o sobrepeso causa malformações, maiores chances de obesidade no futuro e dificuldades na amamentação. 

Por conta de tudo isso, manter uma alimentação equilibrada é essencial. Evite as gorduras saturadas, o fast food, as bebidas açucaradas (refrigerantes e sucos prontos) e alimentos industrializados em geral.

Aposte em um prato colorido. Afinal, quanto mais cor, mais indica que está saudável. Então, coloque no cardápio os vegetais, as frutas, os cereais e as carnes magras. 

Alimentação saudável na gravidez sem fast food
Alimentos gordurosos, como fast food, agravam doenças que surgem na gravidez

Diabetes gestacional amenizada com alimentação saudável

A diabetes gestacional é uma doença preocupante que pode acontecer na gravidez. Ela ocorre, principalmente, pela atuação dos hormônios da gestação que dificultam a produção de insulina, responsável pelo controle do nível de açúcar no sangue. 

Porém, a alimentação também é um fator que pode piorar a diabetes gestacional. As já mencionadas fibras auxiliam no controle do açúcar no organismo. Então, mais um motivo para adicioná-las nas refeições. 

Assim como para evitar o sobrepeso, também consuma vegetais e frutas para evitar e amenizar esse problema de saúde. 

Pré-eclâmpsia

Talvez uma das doenças mais graves que pode surgir na gravidez, a pré-eclâmpsia (também chamada de eclâmpsia quando não tratada a tempo) é caracterizada pelo aumento descontrolado da pressão arterial da mulher. Ela pode ser fatal para a mãe e para o bebê.

Por isso, um dos modos de prevenir é com uma alimentação que não contribua com o aumento da pressão. Assim, nada de adicionar mais sal nas comidas e fique longe das gordurosas.

Ademais, há estudos que indicam que um nutriente chamado “arginina” ajuda a evitar a pré-eclâmpsia. Ele é encontrado nas nozes, castanhas e outras sementes oleaginosas. Além dele, também consuma cereais integrais e fibras.

Por fim, vale lembrar que é sempre importante conhecer as orientações do seu médico sobre alimentação na gravidez. Ele saberá o que indicar para sua condição de saúde.

Agora, deixe nos comentários a sua opinião sobre nosso conteúdo. Também nos siga nas redes sociais para receber mais dicas de maternidade.

0 Gostei
0 Não gostei

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *