Veja dicas de alimentação saudável no oitavo mês de gravidez

Young pregnant woman holds her hands on her swollen belly. Love concept. Love and maternity concept.

Os organismos da mãe e do bebê ainda precisam de uma alimentação saudável na reta final da gravidez

O peso do bebê e o líquido amniótico deixam o oitavo mês de gravidez bastante cansativo. Os órgãos das futuras mamães ficam ainda mais espremidos e isso pode causar diversos desconfortos. Contudo, muitos deles podem ser amenizados com uma alimentação saudável

A sensação de estômago sempre cheio, por exemplo, pode ser evitada ao fracionar as porções de comida. Isto é, comer pouco, mas frequentemente. De preferência a cada duas ou três hora.

Entretanto, outro mal-estar digestivo que volta a incomodar é a azia. Ela é um dos sintomas de gravidez que aparecem logo nas primeiras semanas e costuma retornar no final da gravidez. No entanto, os modos de amenizá-la são os mesmos.

É preciso evitar alimentos gordurosos, apimentados e ácidos. No lugar deles, coma muitas frutas. Outra dica é tomar água gelada entre as refeições. 

Além disso, alguns nutrientes são essenciais para diminuir esses desconfortos e evitar doenças. Veja quais são:

Vitamina B12

A vitamina B12 é fundamental para manter o bom funcionamento do sistema nervoso e de todo o organismo do bebê. Ela ainda é a responsável por evitar a chamada “anemia perniciosa”, que pode causar danos no sistema cardíaco da mãe e do bebê.

Alimentação saudável na gravidez com vitamina B12
Salmão é rico em vitamina B12

Então, coloque no cardápio o atum, salmão, leite, ovos e fígado bovina. Porém, não é recomendado comer os peixes sem o cozimento ideal, pois eles podem ser fontes de micro-organismos maléficos à saúde.

Flúor também deve estar na alimentação saudável

Uma alimentação saudável também precisa conter alguns nutrientes que, à vezes, são um pouco esquecidos. É o caso do flúor. Ele mantém a boa saúde dos órgãos e das células, além de evitar doenças bucais na mãe e no bebê.

A boa notícia é que a maioria dos sistemas de tratamento de água do Brasil já incluem o flúor na água que chega até as casas. Entretanto, também é possível encontrar esse mineral no arroz, no feijão, na cebola e no alho.

O flúor está presente ainda nos frutos do mar. Todavia, é importante perguntar para o seu médico se é recomendado que você consuma esse tipo de alimento.

Alimentação na prevenção da eclâmpsia

A pré-eclâmpsia e eclâmpsia são condições graves causadas pelo aumento da pressão arterial da mulher. Se não tratadas, elas podem gerar graves riscos para a gestante e para o bebê.

Entretanto, esse aumento de pressão pode ser evitado com hábitos alimentares saudáveis. Assim, não exagere nos alimentos gordurosos e com muito cálcio. Outras aliadas nesse caso são as fibras. Estudos indicam que elas tendem a regularizar todo o organismo e diminuem os danos causados pelos alimentos poucos saudáveis. 

Contudo, o importante é, ao sentir qualquer sintoma ou desconforto no oitavo mês de gravidez, procure a ajuda médica.

Por fim, deixe nos comentários a sua opinião sobre o nosso conteúdo. Além disso, nos siga nas redes sociais para ficar receber as melhores dicas sobre o mundo da maternidade.

0 Gostei
0 Não gostei

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *