Aprenda como reconhecer as contrações do parto

chá_de_gravidez_parto_contrações

Logo no início, as contrações do parto podem ser confundidas com cólicas, mas é possível diferenciá-las

As contrações uterinas são o clássico sinal de trabalho de parto. Porém, mesmo assim elas causam várias dúvidas. Afinal, logo no começo, as dores podem ser confundidas com cólicas ou algum desconforto nas costas.

Por isso, é importante conhecer as principais características das contrações reais, ou seja, aquelas que levarão ao nascimento do bebê. 

Contrações do trabalho de parto

O que mais diferencia as contrações do trabalho de parto é a frequência, pois elas mantêm uma regularidade. Por exemplo, a cada 10 minutos. Assim, conforme o parto evolui, esse espaço diminui, as dores ficam mais fortes e duram por mais tempo. 

Outra característica é a região da dor. As contrações reais começam na lombar (fim da coluna) e irradiam para a barriga e área da virilha. 

Além disso, também é possível reconhecer o trabalho de parto ativo quando há o rompimento da bolsa amniótica, em que o fluído que envolve o bebê sai. Porém, a quantidade varia para cada mulher. 

Outro fator para ter atenção é a saída do tampão mucoso. Trata-se de uma secreção que fica no colo do útero durante a gravidez e possui uma coloração rosada e com listras de sangue. Geralmente, esse líquido sai cerca de dois a três dias antes de iniciarem as contrações.

Contrações de treinamento

As contrações de treinamento, aquelas que não acarretam no trabalho de parto, também são chamadas de Braxton Hicks. Elas surgem por volta da 20ª semana de gravidez e acontecem para preparar o útero para o parto. 

Elas são indolores e apenas deixam a barriga dura por cerca de um minuto. Também não possuem o mesmo ritmo das contrações reais e aparecem mais quando o bebê se mexe ou chuta. Ademais, basta uma mudança de posição da mãe para elas desaparecerem.

Contrações do parto
Na primeira gravidez o parto evolui lentamente

Quando ir ao hospital 

Quando perceber que as contrações são reais, ligue para seu médico. Porém, provavelmente, não será necessário já correr para o hospital. Principalmente na primeira gestação, o parto evolui devagar e, por isso, costuma-se recomendar ir à maternidade quando as dores ocorrem a cada cinco minutos. 

Por fim, uma dica que pode ser difícil de cumprir é manter a calma. Mesmo com as contrações e a ansiedade, tente se manter focada e confiante que você conseguirá trazer seu bebê ao mundo.

Agora, nos diga se ficou mais alguma dúvida sobre as contrações do trabalho de parto. Também nos siga nas redes sociais para receber mais conteúdo sobre maternidade.

1 Gostei
0 Não gostei

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *