Os cuidados simples para proteger a pele dos bebês

cuidado com a pele dos bebês

A pele dos bebês é mais sensível e, por isso, requer atenção

As mamães sempre desejam o melhor aos seus filhos, não é mesmo? Assim, surgem as preocupações com a saúde dos pequenos: se eles estão se alimentando bem, se possuem algum sintoma de infecção e se estão brincando felizes. Em meio a tudo isso, também aparecem as dúvidas sobre como cuidar da pele dos bebês.

Afinal, a pele é o maior órgão do corpo humano e requer muita atenção. Isso porque as crianças são mais sensíveis e, com isso, têm mais chances de ter alergias e queimaduras solares, por exemplo.

E não se engane ao achar que esses são problemas simples de resolver. As consequências são sérias. Queimaduras recorrentes na infância podem aumentar os riscos do desenvolvimento do melanoma na idade adulta, o pior tipo de câncer de pele. 

Portanto, nada de deixar esses cuidados em segundo plano. É por toda a importância da pele que nós separamos as melhores dicas de como proteger o seu bebê. Assim, você não esquecerá de nenhum detalhe e ainda ficará tranquila ao saber que o seu filhote está saudável!

Acompanhe a leitura e não perca: 

Só use produtos infantis

Uma das queixas mais comuns em consultórios pediátricos é a pele de bebê irritada ou áspera. O principal hábito que causa isso é o uso de produtos de higiene, fabricados para adultos, nas crianças.

Como já mencionado anteriormente, elas possuem peles mais sensíveis e, ao utilizarem esses tipos de cosméticos (que costumam ter maiores quantidades de químicos e essências), podem ter reações alérgicas, erupções cutâneas e até feridas.

Então, o ideal é somente aplicar shampoos, condicionadores, sabonetes e outros produtos feitos para o público infantil. Também verifique se eles foram dermatologicamente testados e, para se sentir mais segura, converse com o médico para saber se o uso deles é realmente necessário.

Cuidado com a pele dos bebês com produtos infantis
Sempre utilize produtos fabricados especialmente para a pele dos bebês

A pele dos bebês também precisa de cuidados no banho

Para algumas crianças, banho é sinônimo de diversão! É a hora de brincar com a água e fazer aquela bagunça.

Porém, é preciso ter alguns cuidados, principalmente, com os bebês que têm peles mais ressecadas. Banhos muito quentes e longos tornam esse problema ainda mais grave. 

A água deve ficar em uma temperatura morna e não é necessário utilizar buchas para esfregar. Depois do banho, você deve secar bem o bebê, o que irá evitar assaduras, e aplicar um hidratante infantil. 

Para os pequenos que possuem muito ressecamento, outra dica é colocar uma gota de óleo hidratante na água da banheira. Dessa forma, ajudará o corpo a repor a camada de gordura natural da pele. 

Escolha bem os tecidos das roupas do seu bebê

Esse fator é pouco lembrado quando o assunto é o cuidado com a pele dos bebês. Todavia, o tecido das roupinhas é essencial para manter a saúde da meninada. 

Roupas com tecidos sintéticos, como as que possuem uma composição alta de poliéster, tendem a causar mais alergias, além de aumentar o risco de superaquecer o bebê.

Portanto, o ideal é optar por peças feitas em algodão. Esse tecido é natural e não causa reações alérgicas. Mais do que isso, também é mega confortável e suave. Perfeito para o seu pequeno descansar e brincar.

Cuidados com a pele dos bebês com roupas feitas de algodão
Dê preferência para peças feitas em algodão

O que não pode faltar: protetor solar

Como os adultos, os bebês precisam se proteger contra o sol. No entanto, o uso de protetor solar só deve começar a partir dos seis meses de idade e também com produtos infantis. Você pode perguntar ao pediatra qual ele mais recomenda.

Antes dessa idade, é possível colocar chapéus, mantas e roupinhas que protejam a pele do bebê dos raios solares. Depois dos seis meses, nada de sair com o filhote sem passar o protetor solar, que deve ter, no mínimo, FPS 30, não importando o tom de pele.

O cuidado precisa ser redobrado durante os passeios à praia ou ao clube. Nesses casos, os protetores necessitam ser resistentes à água e um FPS mais forte.

Porém, já existe uma novidade que vai aumentar o cuidado com o seu filho: as roupinhas de banho com proteção solar!

A Gymboree, uma marca americana famosa entre as mamães, produz as peças de banho mais fofas já vistas e com FPS 50+ nos tecidos. 

Tudo isso para seu bebê se divertir muito e você ficar tranquila. Perfeito, não é?

A boa notícia continua: essas roupinhas já estão disponíveis na Kid’s Brasil, a loja do Chá de Gravidez. É só acessar o site e aproveitar. 

Atenção aos insetos

Para alguns bebês, uma picada de inseto, como um pernilongo ou uma abelha, pode significar apenas uma irritação passageira. Já para outros, pode desencadear alergias graves e choque anafilático, quando o bebê para de respirar.

Portanto, sempre que for a algum lugar com muitos insetos, o ideal é utilizar repelentes infantis. Porém, o uso desses produtos não deve ser constante. Então, em casa, o melhor é ter repelentes elétricos pelos cômodos e o clássico “mosquiteiro” no berço.

E quando o sol faz bem?

O sol é sempre visto como o vilão para a pele dos bebês e dos adultos. Todavia, evitar completamente ele não é o mais saudável.

É preciso ter uma exposição diária aos raios solares. No entanto, esse hábito deve durar, no máximo, 10 minutos e ser feito antes das 9h ou depois das 17h, quando o sol está mais fraco.

O motivo para isso está no fato de que os raios solares estimulam a produção da vitamina D pelo organismo, um nutriente essencial para o fortalecimento dos ossos e prevenção de doenças, como diabetes, depressão e problemas cardiovasculares.

Cuidado com a pele dos bebês com exposição ao sol
O sol não é totalmente um vilão, ele também é importante para a saúde

Além disso, o sol aumenta a imunidade, auxilia na absorção do cálcio e fósforo, ajuda no crescimento saudável dos dentes e melhora o desenvolvimento cognitivo. 

Tudo o que seu bebê precisa para crescer saudável!

Mas também sabemos que os cuidados com a pele dos bebês ainda gera muitas dúvidas. Por isso, não deixe de consultar um dermatologista para que ele possa indicar o melhor para as condições de saúde do seu filho.

Também compartilhe com a gente quais os seus hábitos diários para cuidar do seu pequeno. Será ótimo trocar conhecimentos!

0 Gostei
0 Não gostei

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *