Dicas para manter uma alimentação saudável na gravidez

chá_de_gravidez_alimentação_saudável_na_gravidez

Durante a gravidez, a mulher precisa manter uma alimentação saudável e consumir alimentos específicos para o bom desenvolvimento do feto

Agora que está grávida, precisa estar em dia com a sua saúde e, principalmente, deve se esforçar para manter uma alimentação saudável na gravidez. Isso porque você precisará dos nutrientes tanto para o seu corpo quanto para ajudar no desenvolvimento do serzinho que está crescendo dentro de você.

Alimentação saudável a cada trimestre

Primeiro trimestre

No primeiro trimestre de gravidez, a mamãe deve ingerir alimentos que contenham ácido fólico, uma vitamina que evita a má formação do embrião.

O ácido é encontrado, principalmente em leguminosas verde-escuras como por exemplo, o brócolis. Além destes, também estão em batatas feitas com a casca, aspargos, grãos etc. Outra forma de consumi-lo é em comprimidos.

Mais do que isso, a mamãe também precisa ingerir vitaminas para evitar problemas futuros tanto para ela, como por exemplo anemia, quanto para o bebê, no caso, um quadro de deficiência no tubo neural. Portanto, insira alimentos ricos em vitaminas C, D, B6 e B12, assim como aqueles ricos em cálcio, zinco e cobre,ômega 3 e ácido graxo na alimentação.

Nestes três primeiros meses, muitas mudanças acontecem no organismo da mamãe, inclusive o volume de sangue e a frequência cardíaca, o que pede uma alimentação que contenha também bastante ferro.

Os enjoos podem te incomodar bastante neste período inicial da gravidez, mas nada de ficar sem se alimentar mamãe! Ficar de estômago vazio, não é nada bom. Então, tente ao menos ingerir carboidratos leves e até mesmo bolacha de água e sal.

Segundo trimestre

No segundo trimestre, os enjoos característicos da primeira fase gestacional passaram e devido a isso você sente mais vontade de se alimentar. Portanto, aproveite para focar em uma alimentação saudável.

Entretanto, pode ser que você tenha desejos por certos alimentos, que muitas vezes estão associados a uma deficiência nutricional. Dê preferência a ingredientes ricos em fibras como, por exemplo, cereais, frutas, leite, queijos, iogurte e ovos.

Em relação aos ovos, cozinhe-os bem e não consuma receitas que os utilize crus. Outro cuidado é quanto a leites e queijos não pasteurizados, pois podem causar intoxicação alimentar devido a ação da bactéria Listeria monocytogenes.

A hidratação também é muito importante em qualquer fase da nossa vida, e na gestação não seria diferente. A água ajuda a evitar alguns sintomas característicos da gravidez, como prisão de ventre, ondas de calor e tonturas.

Terceiro trimestre

Neste período, foque em realizar mais refeições ao dia, mas comendo pouco em cada uma. Continue se hidratando com água e consuma bastante fibras e frutas. Busque ainda ingerir sucos orgânicos no intervalo das refeições.

As fibras, assim como os líquidos, são importantes nessa fase, uma vez que evitam a manifestação da prisão de ventre e das hemorroidas, sintomas decorrentes desse período gestacional.

Em suma, no cardápio da grávida deve ter:

  • Proteínas (ex: peixe, carne magra e frango);
  • Laticínios (ex: leite e queijos);
  • Carboidratos (ex: arroz, massas e pães integrais);
  • Ferro (ex: ovos e verduras de folhas verde-escuras);
  • Vegetais: monte um cardápio bem colorido;
  • Água;
  • Frutas.
Alimentação saudável na gravidez

Cuidados com a alimentação

Alguns alimentos devem ser consumidos com moderação pelas grávidas, como por exemplo café e carboidratos refinados. O máximo de café que uma grávida pode tomar é duas xícaras por dia. Contudo, são duas xícaras pequenas, mamães!

Outras bebidas como aquelas a base de cola também estão inclusas nesse consumo de cafeína.  

Na dieta das grávidas, 50% do que é ingerido precisa ser de carboidratos. No entanto, pães e massas, assim como doces, devem ser evitados. O ideal seria substituir esses alimentos por versões integrais.

Em relação às frutas, verduras e legumes, prefira aqueles que são produzidos de forma orgânica, ou seja, sem adição de agrotóxicos. Carnes cruas e mal passadas não podem fazer parte da alimentação da grávida, principalmente para evitar toxoplasmose.

O que não consumir durante a gravidez?

Bebidas alcoólicas são extremamente proibidas durante a gravidez, independente da quantidade de álcool que contenha. Elas provocam problemas no desenvolvimento do feto. Adoçantes artificiais também não são recomendadas durante a gestação.

Por fim, lembre-se sempre de tirar todas as suas dúvidas com seu médico. Ao te acompanhar, esse profissional saberá o que será saudável para você e seu bebê.

Gostou do nosso conteúdo e que colaborar com a gente? Então, deixe seu comentário abaixo. Ah, e não esqueça de compartilhar o nosso conteúdo com outras mamães e futuras mamães que conhece!

328 Gostei
6 Não gostei

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *