Hipertensão na gravidez: como deve ser a alimentação

Hipertensão na gravidez

A hipertensão na gravidez requer atenção, principalmente com a alimentação na futura mãe

A hipertensão na gravidez, o aumento da pressão arterial, é um problema que, se não tratado, pode gerar graves consequências, como a eclâmpsia. Contudo, gestantes podem controlar essa dificuldade com a alimentação.

Para isso, basta não esquecer de incluir alguns nutrientes nas refeições diárias. Por isso, criamos uma lista com os principais e onde encontrá-los. Confira:

Potássio

O potássio é um mineral diurético e atua na eliminação do sal no organismo, um dos principais vilões da hipertensão.

Por isso, consuma sempre manga, banana, tomate, romã, mamão, goiaba, melancia, chicória, mandioquinha, milho e agrião, entre outros alimentos. 

O ômega 3 do espinafre controla a hipertensão na gravidez
O espinafre contém ômega 3, nutriente importante para o controle da pressão arterial

Ômega 3

O ômega 3 é um ácido graxo importante para reduzir o nível de colesterol ruim (LDL). Dessa forma, há também a prevenção das obstruções das artérias, o que facilita na passagem do sangue. 

Os alimentos ricos nesse nutriente são: salmão, atum, sardinha, castanhas, amêndoas, nozes, pistache, brócolis, espinafre, couve,  abacate, linhaça, chia, feijão e grão-de-bico.

Magnésio

Além de ser essencial para o desenvolvimento do sistema nervoso e cardíaco do bebê, estudos também indicam que o magnésio previne a hipertensão na gravidez.

Portanto, consuma uva, banana, abacate, granola, trigo, aveia, soja, feijão, grão-de-bico, castanha de caju, amendoim, batata, beterraba, couve, espinafre e salmão.

Hipertensão na gravidez pode ser prevenida com cálcio
O cálcio, presente no brócolis, também previne a hipertensão na gravidez

Cálcio também controla a hipertensão na gravidez

Outras pesquisas também indicam que o cálcio auxilia no controle da pressão arterial. Então, é importante consumir alimentos ricos nesse nutriente. Ele está presente no leite e seus derivados, na couve, na acelga, na soja, no feijão branco, no brócolis, no gergelim, na chia, na sardinha, no espinafre e na aveia.

Mantenha o acompanhamento médico

Como dito anteriormente, quando não controlada, a hipertensão pode gerar consequências sérias. Portanto, é importante ter acompanhamento médico para que, se necessárias, intervenções sejam feitas de forma eficaz.

Ademais, sempre tire suas dúvidas sobre alimentação com um especialista. Ele saberá o que melhor recomendar para cada condição de saúde. 

Por fim, nos conte com o que você mais se preocupa quando o assunto é alimentação na gravidez. 

Já conhece a nossa loja? É a Kid’s Brasil, o maior site de roupas importadas para bebês e crianças. Acesse: www.kidsbrasil.com.br  e confira nossos lindos modelos.

2 Gostei
0 Não gostei

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *