Nidação: o que é e quais são os sintomas

Pregnant Woman and Her Husband hand showing heart shape.

A nidação é uma das primeiras etapas da gravidez e, a partir dela, a gestação se desenvolve

Um dos primeiros acontecimentos da gravidez é a chamada “nidação”. Trata-se da implantação do zigoto (óvulo e espermatozoide já unidos) na parede do útero. Esse processo pode ocorrer até cinco dias após a fecundação

Depois dele, a placenta começa a se formar e há a produção do hormônio gonadotrofina coriônica humana, o HCG, que é o identificado nos testes de gravidez. Com isso, a gestação se desenvolve regularmente no útero.

Todavia, a nidação pode apresentar alguns sintomas, o mais comum é o corrimento rosado. Ele acontece por conta de um pequeno sangramento ocasionado pela implantação do embrião. Ao ser unido com o fluídos vaginais, o líquido se torna rosa.

Como é o sangramento

Nem todas as mulheres terão o sangramento de nidação e algumas podem até confundi-lo com um escape da menstruação. 

Porém, esse sangramento possui algumas características próprias. Como dito anteriormente, sua cor é mais clara (em alguns casos pode ser amarronzado) e também não possui fluxo.

Nidação - sangramento com cólicas
Quando acompanhado de cólicas, o sangramento da nidação pode indicar perigo

Quando esse sangramento pode indicar perigo

Apesar de comum e inofensivo, o sangramento gerado pela nidação pode indicar que algo está errado quando a duração se estender por muitos dias e a cor se tornar vermelho vivo. 

Além disso, há perigo quando for acompanhado por cólicas fortes. Isso pode indicar gravidez ectópica e aborto. 

O que pode atrapalhar a nidação

Algumas anomalias na parede interna do útero, o chamado endométrio, podem causar problemas para que a nidação seja completada com sucesso. 

Um endométrio muito fino (com menos de 6 milímetros) não possui profundidade suficiente para a implantação do zigoto, o que causa o aborto.

Já mulheres que sofrem com endometriose, situação em que o endométrio cresce fora do útero, também possuem problemas com a nidação.

Em ambos o caso, é importante procurar o médico e, assim, receber orientações especializadas sobre como evitar ou amenizar essas situações.

Por fim, nos diga qual é a sua dúvida sobre nidação. Também compartilhe com as amigas que são tentantes ou que já estão com um bebê a caminho.

1 Gostei
0 Não gostei

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *