Papinha de bebê: aprenda a higienizar os alimentos

chá_de_gravidez_papinha_de_bebê_higienização_de_alimentos

Uma boa higienização dos ingredientes da papinha de bebê pode evitar doenças no seu filho

É preciso ter cuidado com muitos detalhes na hora de produzir a papinha de bebê, desde a panela a ser utilizada, os modos de preparo e até como congelar as refeições. Contudo, algo que não pode ser esquecido é a higienização dos ingredientes.

Ao lavar bem frutas e vegetais, por exemplo, evita-se diversas doenças causadas por microrganismos. Entretanto, algumas técnicas devem ser utilizadas para que a higienização seja completa.

Primeiro passo

Para começar, é importante que as mãos da pessoa que irá preparar a papinha de bebê estejam limpas.

O recomendável é lavar com água e sabão toda a mão e entre os dedos. Além disso, outra dica é retirar anéis e pulseiras para que a higienização seja completa.

É preciso lavar bem as mãos antes de preparar a papinha de bebê

Higienize as frutas e legumes da papinha de bebê

A orientação mais comum para higienizar as frutas e legumes é usar o hipoclorito de sódio. Essa substância pode ser encontrada em supermercados, farmácias e postos de saúde.

Dessa forma, coloque algumas gotas do hipoclorito em 1 litro de água e mergulhe a fruta ou o legume. Deixe de molho por cerca de 15 minutos e, depois, lave em água filtrada. Porém, cada produto tem suas próprias indicações de uso.

Cuidado com o uso da água sanitária

Para a higienização de alimentos, também é muito recomendado o uso da água sanitária, pois este é mais barata que o hipoclorito de sódio.

No entanto, é importante checar a embalagem desse produto e se ele é destinado à higienização de alimentos. Isso porque algumas águas sanitárias possuem aditivos, como alvejantes e clareadores, que são tóxicos.

Uma higienização ruim pode causar doenças ao bebê

Papinhas de bebê feitas com ingredientes não higienizados podem sofrer contaminações por vírus e bactérias. O Ministério da Saúde lista os microrganismos mais comuns que infectam os alimentos. São eles:

  • Salmonella.
  • Escherichia coli.
  • Staphylococcus aureus.
  • Coliformes.
  • Bacillus cereus.
  • Rotavírus.
  • Norovírus.

Entre os sintomas gerais que eles causam estão as náuseas, vômitos, dores abdominais, diarreia, falta de apetite e febre.

Dessa forma, na existência de um ou mais desses sintomas no seu bebê, procure o pediatra.

Conte o que achou das nossas dicas aqui nos comentários. Também siga as nossas redes sociais para ficar sempre atualizada sobre os assuntos da maternidade.

0 Gostei
0 Não gostei

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *