Entenda porque é proibido beijar recém-nascido

Beijar recém-nascido

Beijar recém-nascido pode colocar a saúde do pequeno em risco

Toda a fofura dos bebês faz com que, imediatamente, os adultos tenham vontade de enchê-los de beijos. Contudo, entre os pediatras há uma regra clara: é proibido beijar recém-nascido, principalmente no rosto e perto da boca. Isso não é uma obsessão com higiene e, sim, uma forma de evitar que a criança tenha problemas de saúde.

O principal deles é se infectar com o vírus herpes tipo 1 (HSV 1), presente em mais de 60% da população, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS). Esse micro-organismo pode resultar em sintomas leves ou até ser assintomático em adultos. Entretanto, para os bebês, as consequências são graves. 

Os perigos de beijar recém-nascido

Nos casos mais simples, o vírus herpes tipo 1 causa nos bebês apenas erupções na peles. Todavia, esse quadro pode se agravar e surgirem feridas, bolhas com líquidos, perda de apetite, coceira e febre.

A situação mais grave ocorre quando o vírus atinge os órgãos, principalmente o fígado, pulmões e cérebro. As consequências disso podem ser fatais. 

Beijar recém-nascido - erupções na pele
Em bebês, o sintoma mais leve de herpes são as erupções na pele

Por que o vírus é perigoso para os bebês?

Como dito anteriormente, o vírus herpes tipo 1 pode ser inofensivo para os adultos. A diferença para os bebês é que eles não possuem um sistema imunológico desenvolvido. Assim, estão mais suscetíveis a contrair doenças e ter os piores efeitos delas. 

A defesa do bebê só será fortalecida com o crescimento dele e por meio de outras ações, como vacinas, amamentação –  que oferece anticorpos pelo leite materno – e ao ter contato com micro-organismos. 

Por isso, além de não beijar o recém-nascido, também recomenda-se higienizar as mãos antes de segurar o bebê, não fumar perto dele e, caso estiver doente, também não se aproximar da criança

Cuidado também com as mãos

Da mesma forma que não é permitido beijar o rosto do bebê. é orientado ainda a não pegar e beijar as mãos do recém-nascido. O motivo disso está no fato de que os pequenos costumam passar muito as mãozinhas pelo rosto e colocá-las na boca. Com isso, há o maior risco de contrair doenças.

Por fim, lembre-se sempre de perguntar ao pediatra as orientações dele para proteger o seu bebê de perigos.

Agora, nos diga se restou alguma dúvida sobre esse assunto. Para receber mais dicas do mundo da maternidade, nos siga nas redes sociais. 

Já conhece a nossa loja? É a Kid’s Brasil, o maior site de roupas importadas para bebês e crianças. Acesse: www.kidsbrasil.com.br  e confira nossos lindos modelos. 

0 Gostei
0 Não gostei

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *