Conheça diversas posições para amamentar

Posições para amamentar

As posições para amamentar devem ser aquelas que mãe e bebê consideram mais confortáveis

Diversos fatores influenciam no sucesso ou não da amamentação. Entre eles estão as posições para amamentar. Elas devem promover o máximo conforto para a mãe e bebê, além de não atrapalhar na pega da boca da criança no seio.

Por conta disso, listamos as posições para amamentar existentes. Algumas são bem comuns, mas outras são menos frequentes, porém saudáveis da mesma forma. Conheça:

Posições para amamentar: tradicional
A posição tradicional para amamentar é com a mulher sentada e o bebê deitado no colo

A posição tradicional

Essa é aquela em que a mulher está sentada e o bebê deitado em seu colo. Assim, a criança é apoiada pelo braço da mãe do mesmo lado do seio em que irá mamar. 

Nessa posição de amamentar é preciso notar se a cabeça do bebê está alinhada com o resto do corpo, mantendo a coluna reta e não inclinada para o lado. Uma forma de ficar mais confortável é colocar um travesseiro ou almofada abaixo da criança.

Posição invertida

Essa posição se assemelha com a mencionada acima. Contudo, o bebê fica deitado de forma invertida. Isto é, o corpo do filho ficará por baixo do braço da mãe, do lado do seio oferecido.

Para as mulheres que fizeram cesárea, essa maneira é mais adequada, pois o corpo da criança não pressiona o abdômen. 

Posições para amamentar: deitada
É possível amamentar deitada

Deitados de lado na cama

Nessa posição para amamentar, a mãe o bebê ficam deitados de lado na cama. O seio mais perto do colchão será o oferecido. Essa forma é ideal para aqueles momentos de muito cansaço. Para ficar mais confortável, a mulher pode apoiar a cabeça em um travesseiro. 

Posições para amamentar: cavalinho
Posição de cavalinho é boa para bebês mais velhos

Sentada com o bebê na posição “de cavalinho”

A mulher ficará sentada e o bebê também, mas nas coxas da mãe. Assim, é necessário segurar a mama por baixo para oferecê-la à criança. 

Essa posição é mais adequada para bebês maiores, que já apoiam melhor a cabeça. Contudo, recém-nascidos também podem mamar assim, mas é importante segurar a cabecinha deles também. 

De pé

Para os momentos de pressa, é possível amamentar de pé. O bebê continuará deitado no colo da mãe e ela precisará colocar um dos braços entre as pernas da criança, a fim de proporcionar mais apoio. 

Entre as posições para amamentar: sling

Caso a mãe seja adepta ao uso do sling, é possível amamentar o bebê dentro dele. Basta oferecer a mama que estiver mais próxima ao pequeno. 

Para as mamães de gêmeos

As mães de gêmeos podem amamentar os dois bebês ao mesmo tempo. É uma forma é com a posição invertida, em que a mãe fica sentada com uma criança embaixo de cada braço.

Além disso, também é possível amamentar deitada de costas na cama, com um bebê em cada seio. 

Algumas dicas

Para todas as posições para amamentar, é importante entender que a mãe não pode ficar curvada em cima do bebê, pois causará dores nas costas. Entretanto, o conforto da criança também é importante. Assim, sempre que necessário, um apoio com um travesseiro irá melhorar o bem-estar do pequeno.

Outra orientação é sempre manter a barriga do filho próxima à barriga da mãe. Dessa forma, o bebê não terá que se curvar para alcançar a mama. 

Ademais, lembre-se de alternar os seios entre uma mamada e outra. Isso evitará que um fique muito cheio e cause problemas, como a mastite

Posições para amamentar: pega correta
O modo correto do bebê abocanhar o seio é essencial para uma boa amamentação

Pega correta

Não importa qual seja a posição, sempre deve-se notar se o bebê está com a pega correta no seio. Portanto, observe se a criança abocanha toda a auréola da mãe e não apenas o mamilo. Mais do que isso, não deve existir nenhum barulho – como estalos – apenas o som da deglutição do leite. 

Manter a pega correta evitará feridas e dor na mãe, além de proporcionar uma boa alimentação ao bebê.

Por fim, lembre-se de sempre tirar suas dúvidas sobre amamentação com especialistas. Recorra à equipe de enfermagem da maternidade, a uma consultora de amamentação ou ao banco de leite da sua cidade.

Agora, nos diga o que achou do nosso conteúdo. Também deixe seus comentários aqui abaixo. Para receber mais dicas que envolvem o mundo da maternidade, nos siga nas redes sociais. 

Já conhece a nossa loja? É a Kid’s Brasil, o maior site de roupas importadas para bebês e crianças. Acesse: www.kidsbrasil.com.br  e confira nossos lindos modelos. 

0 Gostei
0 Não gostei

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *