Pré-natal: entenda como é a frequência de consultas

Consultas de pré-natal

O pré-natal é muito importante para garantir a saúde da grávida e do bebê

Logo que recebe o resultado positivo, a grávida já deve iniciar o pré-natal. Trata-se de consultas regulares com o obstetra que irão acompanhar o crescimento do feto e as condições de saúde dele e da mãe. 

Assim, essas visitas ao especialista duram por toda a gestação e são de grande importância para que o bebê nasça bem. Contudo, mesmo sendo bastante conhecido, o pré-natal ainda gera diversas dúvidas nas mamães. Uma delas é a quantidade de consultas necessárias.

Procedimentos durante o pré-natal
Durante a consulta de pré-natal, o médico escuta os batimentos cardíacos do bebê

Como é o acompanhamento pré-natal

O mais comum é a que grávidas frequentem o consultório médico uma vez por mês, até o sétimo mês de gestação. No oitavo, são recomendadas duas consultas. Já no nono, a futura mãe deve ir ao obstetra a cada semana até o parto

Todavia, alguns casos necessitam de um acompanhamento mais próximo e, consequentemente, mais consultas. Por exemplo, gravidez de gêmeos ou mais bebês e gestações de risco. 

No entanto, a maioria das visitas ao médico seguem o mesmo “roteiro”: o especialista conversa com a paciente sobre os sintomas que ela possui e seu estado de saúde geral. Após isso, é medida a pressão arterial e verifica-se o peso da gestante. 

Em seguida, o obstetra mede a circunferência abdominal e escuta os batimentos cardíacos do feto. Por fim, ele prescreve os exames e, se preciso, medicamentos. 

Os exames mais comuns

Entre os exames durante o pré-natal, o mais lembrado é a ultrassonografia, que é feita, pelo menos, quatro vezes. Porém, também existem outros testes necessários.

Um deles é o exame de sangue, que costuma ser realizado uma vez a cada trimestre. Também há o de urina e vezes.

Além disso, outro bastante importante é o chamado “curva de tolerância glicêmica”, que verifica se a grávida desenvolveu diabetes gestacional. Nele, a mulher bebe um copo de glicose e é submetida a algumas coletas de sangue. Dessa forma, analisa-se como o organismo reagiu a esse açúcar.

Contudo, é essencial conversar com o médico para saber como será o pré-natal mais adequado para a sua condição de saúde. O especialista saberá quais os testes e quantidade de consultas que melhor irão garantir a sua segurança e a do seu filho.

Caso tenha restado alguma dúvida, deixe aqui nos comentários. Também compartilhe esse conteúdo com as amigas que são futuras mamães. 

Já conhece a nossa loja? É a Kid’s Brasil, o maior site de roupas importadas para bebês e crianças. Acesse: www.kidsbrasil.com.br  e confira nossos lindos modelos.

7 Gostei
0 Não gostei

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *