Saiba mais sobre a Toxoplasmose na gravidez

O pré-natal é uma das formas de detectar a toxoplasmose e tratar a mamãe o quanto antes

Mulher grávida acariciando o seu gatinho

A toxoplasmose na gravidez é uma doença que causa medo em muitas mamães de primeira viagem, principalmente as que possuem gatos, considerados os vilões.

A gestação requer mais cuidados com a higiene dos alimentos e dos animais de estimação, principalmente com os felinos, hospedeiros intermediários do protozoário, Toxoplasma gondii, causador da Toxoplasmose.

Transmissão

A transmissão da toxoplasmose acontece em maior parte por atitudes anti-higiênicas, como por exemplo no contato direto com a fezes do gato contaminado e alimentos não lavados corretamente. Além disso, o consumo de carnes cruas ou malpassadas e água contaminada torna o risco de adquirir a doença maior.

Na gravidez, o tipo de toxoplasmose mais perigoso, é no útero, no qual a mulher passa os protozoários para o filho, podendo causar malformações.

Com exceção desse caso, a transmissão não ocorre de pessoa para pessoa e os sintomas só aparecem de 5 a 20 dias após o contágio.

Sintomas

A aparição dos sintomas varia em cada indivíduo. Na maioria dos casos, os sinais da doença não se manifestam. No entanto, é sempre bom ficar em alerta. Os principais indícios da toxoplasmose são:

  • Ínguas no corpo, principalmente no pescoço;
  • Febre;
  • Dor muscular;
  • Dor nas articulações;
  • Manchas vermelhas no corpo;
  • Dificuldade para enxergar;
  • Mal-estar;
  • Dor de cabeça.

Exame

O pré-natal é de extrema importância durante o período de gestação, pois nesse processo vários exames são realizados por recomendações médicas, como o hemograma.

Exame de sangue pode descobrir toxoplasmose na gravidez

Consequências

As consequências da toxoplasmose na gravidez são piores para os bebês, principalmente nas primeiras semanas de gestação. As sequelas podem ser aborto, bebê natimorto, malformação ou parto prematuro. Sendo que, caso a criança desenvolva toxoplasmose congênita há o risco de nascer com surdez ou retardo mental.

Para tratar a toxoplasmose, recomenda-se o uso de antibióticos. Já para prevenir o aparecimento da doença, o ideal é manter a higiene e cuidado com os alimentos.

Prevenção

Para se prevenir contra a toxoplasmose na gravidez é preciso algumas atitudes, como por exemplo:

  • Lavar as mãos antes de preparar os alimentos e antes das refeições;
  • Cozinhar legumes, verduras e carnes;
  • Lavar bem as frutas, verduras e legumes. Há uma técnica de higienização dos alimentos, colocando-os de molho em uma vasilha com um litro de água e uma colher de sopa de água sanitária, própria para alimentos. Caso não tenha, pode improvisar com o vinagre.
  • Utilizar luvas ao entrar em contato com terra ou areia;
  • Não limpar a caixa de areia do gato;
  • Para maiores precauções é recomendado realizar o exame para verificação da doença no felino e vaciná-lo;
  • Sempre ingerir água potável.
Lavar os alimentos é uma forma de evitar a toxoplasmose na gravidez

Gostou do conteúdo? Então, compartilhe essas informações com outras mamães e não se esqueça de deixar seu comentário, falando o que achou e dando sugestões de novos temas.

4 Gostei
0 Não gostei

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *