Sintomas de gravidez: pontadas na barriga são normais

chá_de_gravidez_sintomas_de_gravidez_pontadas_na_barriga

Por conta dos hormônios e da expansão do útero, as pontadas na barriga são sintomas de gravidez

Entre os vários sintomas de gravidez, as pontadas na barriga também podem indicar que um bebê está a caminho. Nas primeiras semanas de gestação, esse desconforto é causado pela maior produção de hormônios na mulher, principalmente o HCG.

No entanto, outro motivo está na expansão do útero. Apesar do aumento do tamanho ainda ser pouco, a grávida já sente essas dores que podem ser confundidas com cólicas.

Assim, essas pontadas na barriga são normais e se estendem até, aproximadamente, a 10ª semana de gestação. Porém, outras dores no abdômen também são sentidas no decorrer da gravidez.

Esses sintomas de gravidez no segundo trimestre

Já quando o segundo trimestre chega, as dores abdominais sentidas pela grávida são resultados do relaxamento dos músculos para acomodar os órgãos, que precisam se realocar dentro do corpo. Afinal, o bebê está cada vez maior. 

Outros desconfortos são as pontadas na virilha e na região pélvica, também causadas pelo peso da criança.

Dores no final da gravidez

As dores e pontadas na barriga são mais intensas no último trimestre da gravidez, pois o tamanho do útero já aumentou muito. Além disso, o peso e os movimentos do bebê podem incomodar, principalmente nas regiões das costelas. 

Uma dica é usar faixas de sustentação na barriga para aliviar o peso. Acrescenta-se a isso os banhos quentes, bolsas térmicas e muito descanso para amenizar os incômodos. 

Sintomas de gravidez - pontadas na barriga
O peso e movimentos do bebê no terceiro trimestre de gravidez aumentam as dores

Quando as pontadas na barriga devem preocupar

Ainda que normal, esse sintoma de gravidez se torna preocupante quando é acompanhado de sangramentos e perda de líquido.

Por isso, sempre relate ao seu médico qualquer desconforto, dor ou outra modificação que aconteça no seu corpo. Ademais, não tome nenhum remédio sem o acompanhamento do especialista.

Por fim, comente abaixo o que achou do nosso conteúdo. Também não se esqueça de nos seguir na redes sociais para ficar por dentro de tudo do mundo da maternidade.

1 Gostei
0 Não gostei

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *